Wolters Kluwer e MV integram suas tecnologias para combater erros de medicação

MEDIA ADVISORY

Parceria guarnecerá a equipe clínica com informações valiosas relacionadas às decisões sobre medicamentos, entregues de forma eficiente dentro do prontuário eletrônico do paciente (PEP), municiando o time clínico com alertas sobre potenciais interações medicamentosas, duplicidade de terapias, erros de dosagem e contraindicações

São Paulo, 12 de abril de 2017 – A divisão de Saúde da Wolters Kluwer, líder mundial para a indústria de saúde no fornecimento de soluções e informações para o momento de cuidados ao paciente, e a  MV, fornecedora líder em sistemas de gestão de saúde, anunciam a integração de suas soluções. O Medi-Span®, sistema de suporte à decisão de prescrição de medicamentos, agora pode ser incorporado ao prontuário eletrônico do paciente (PEP) da plataforma SOUL MV®, primeiro do Brasilcom certificação digital homologada pelo SBIS-CFM (Sociedade Brasileira de Informática em Saúde). Com esta integração será possível cruzar as referências e visualizar dados relacionados às medicações dos pacientes, evitando riscos potenciais, incrementando a segurança da medicação, melhorando resultados e reduzindo custos.

Atualmente, os eventos adversos relacionados a medicamentos são uma patologia emergente com grande repercussão assistencial, social e econômica. No Brasil, cerca de 70% das consultas médicas são seguidas de prescrições e, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 75% das prescrições médicas feitas no país possuem chance de erro. A incidência dos eventos adversos impacta o sistema de saúde com gastos desnecessários, diminuição da disponibilidade de leitos, sofrimento dos pacientes, problemas judiciais, além de abalar seriamente a reputação de uma instituição.

“Este cenário reforça a importância de garantir aos profissionais de saúde o acesso a uma base consistente de informações para guiar a medicação segura e, assim, reduzir erros de prescrição e incrementar a segurança do paciente”, afirma Fabio Lia, diretor de alianças estratégicas da Wolters Kluwer.

Ao acessar o recurso Medi-Span a partir do próprio prontuário eletrônico do paciente (PEP), a equipe clínica recebe alertas automáticos sobre medicamentos, potenciais interações medicamentosas, duplicidade de terapias, erros de dosagem e contraindicações. Desta forma, a incorporação do Medi-Span ao PEP do SOUL MV® proporciona uma triagem sofisticada, sensível ao contexto e com base em informações disponíveis no sistema, sobre cada paciente, sem interferir no fluxo de trabalho e sem gerar condições indesejáveis como a “fadiga de alertas”.

Para o diretor corporativo Comercial da MV, Mozart Marin, estabelecer mais uma integração à tecnologia MV, agregando mais valor aos nossos clientes e, principalmente, mais agilidade no acesso a informações confiáveis dentro do sistema, reforça o compromisso da empresa no suporte aos profissionais de Saúde para aprimoramento do desempenho clínico. “Com a consolidação desta parceria, hospitais e pacientes ganham também aumento de segurança nos tratamentos. Essa é uma parceria que traz para a área da Saúde no Brasil mais eficiência, humanização e sustentabilidade”, comenta o gerente Comercial de Produtos da MV, Tércio Arruda, que participou da formalização de contrato junto à Wolters Kluwer.

Em 2017, a MV completa 30 anos, norteada pela missão de tornar a Saúde mais humanizada e eficiente por meio da TI. Com soluções para hospitais, clínicas, operadoras de planos de Saúde, centros de medicina diagnóstica e redes de Saúde Pública, a MV não só se tornou líder nacional em desenvolvimento de softwares de gestão para a Saúde, como construiu um legado no sistema brasileiro. São mais de 1000 instituições e 375 mil usuários utilizando as soluções MV para oferecer eficiência, agilidade, precisão e segurança na prestação de serviços na Saúde.  E esse número cresce a cada ano, sobretudo, com a expansão da atuação na América Latina e os reconhecimentos internacionais da qualidade das soluções MV. Para saber mais, acesse www.mv.com.br.